Amamentação – Tudo que você precisa saber pra amamentar seu filho

.Amamentação

Tudo que você precisa saber pra amamentar seu filho

 

A importância da amamentação

A amamentação é importante para o desenvolvimento do bebê e para sua relação com ele. Todo leite materno é forte, nutritivo e protege contra várias doenças. O colostro é o primeiro leite, que tem cor amarelada e é ideal para proteger o bebê nos primeiros dias de vida.

Nos primeiros 6 meses de vida, o bebê que mama no peito não precisa de nenhum outro alimento e nem de outros líquidos, pois o lente materno é completo. O leite materno mata a sede, a fome e possui todos os nutrientes que ele necessita para crescer e se desenvolver forte e saudável. Após os 6 meses de vida, o bebê deve comer alimentos saudáveis e continuar sendo amamentado até os 2 anos ou mais, pois assim ele receberá todos os nutrientes e os benefícios que a amamentação oferece.

Na amamentação o bebê recebe os anticorpos da mãe para a proteção contra infecções, principalmente diarreia e pneumonia. Além disso, a amamentação diminui o risco de alergias, colesterol alto, diabetes e obesidade. A amamentação favorece a relação afetiva entre a mãe, o bebê e a família e ajuda a criança a desenvolver-se bem, física e emocionalmente. A amamentação também é um excelente exercício para o desenvolvimento infantil, importante para que a criança tenha dentes fortes, saudáveis, desenvolva a fala e tenha uma boa respiração.

Amamentar é bom não só para a saúde do bebê, mas também para a saúde da mulher. Na mulher, o sangramento após o parto é menor, assim como as chances dela vir a desenvolver anemia, câncer de mama e de ovário, diabetes e infarto cardíaco. A mulher que amamenta perde mais rápido o peso que ela ganhou na gravidez, o que diminui os riscos das doenças citadas anteriormente. Além disso enquanto a mãe amamenta o seu filho ela continua a estender o laço afetivo entre eles e isso faz muito bem para o psicológico feminino.

 

Dicas para uma amamentação bem sucedida

  • Dê somente leite materno até os 6 meses de vida do bebê. Ele não precisa de água, chás, leites artificiais ou qualquer outro alimento ou líquido nesse período.
  • Nos primeiros dias após o parto, ofereça o peito muitas vezes, mesmo que você ache que tenha pouco leite. Essa quantidade costuma ser suficiente, pois esse leite, chamado de colostro, é suficiente para atender as necessidades do bebê.
  • O leite materno nunca é fraco e é sempre adequado par ao desenvolvimento do bebê.
  • Nos primeiros meses, o bebê ainda não tem horários regulares para mamar, por isso ofereça o peito sempre que ele quiser, independente do horário. Com o tempo ele faz o seu próprio horário.
  • Nas mamadas, dê tempo para o bebê esvaziar bem as mamas. O leite do fim da mamada é mais gorduroso, o que dá a saciedade ao bebê. Se o bebê não conseguir esvaziar as duas mamas em uma mamada, não se preocupe. Na mamada seguinte, ofereça primeiro a mama que ele não conseguiu esvaziar.
  • Continue amamentando até os 2 anos ou mais. A partir do 6 mês ofereça alimentos saudáveis ao bebê.
  • Evite chupetas e mamadeiras, pois podem levar o bebê a rejeitar o peito da mãe, além de causar problemas nos dentes e falha na respiração.
  • Não use medicamentos sem receita médica. O médico vai lhe orientar quanto aos medicamentos mais adequados par o uso durante a amamentação.
  • Não é recomendado dietas para emagrecimento da mulher. A mulher que amamenta precisa ter uma alimentação saudável. Em caso de dúvidas sobre o assunto, procure um nutricionista.
  • A mulher que amamenta tem muita sede, por isso beba bastante líquido.
  • Evite bebidas alcoólicas e cigarros.
  • A mulher que é dependente química de drogas como maconha, crack, cocaína ou similares não deve alimentar seu bebê. Nesses casos procure a orientação de um médico.

 

Vantagens para a mãe amamentar o bebê

Existem muitas vantagens para as mães amamentarem o seu bebê.

  • Ajuda o útero a voltar ao tamanho normal mais rapidamente.
  • Reduz o risco de hemorragia e anemia após o parto.
  • Favorece maior contato entre a mãe e o bebê.
  • Ajuda na redução mais rápida do seu peso.
  • Reduz o risco de câncer de mama no futuro.
  • É mais econômico e higiênico.
  • É mais prático e seguro, o leite está sempre pronto e fresco, na temperatura certa e não se estraga.

 

Dicas gerais importantes

  • O bebê deve pegar bem o peito, abocanhando a aréola (parte escura em volta do bico).
  • Não dê chupeta para o bebê antes da amamentação, pois atrapalha a pega e a sucção do leite.
  • Lave o seu peito só com água. Não passe sabonete nem pomada nas mamas.
  • Fique sempre com o sutiã seco e limpo.
  • Em caso de rachaduras nos mamilos, observe se a pega está correta e tente mudar a posição do bebê ao amamentar.
  • É bom tomar sol nas mamas, de manhã ou no final da tarde. Aproveite para dar um banho de sol em seu bebê também. Ele deve ficar sem a roupinha, para que o sol bata diretamente na sua pele.
  • Em caso de mamas muito cheias ou endurecidas, é necessário retirar o excesso de leite, o que promoverá alívio para você e facilitará a pega pelo bebê. Peça orientação de um profissional da saúde.
  • Se você produzir mais leite do que seu bebê mama, então você pode ser uma doadora de leite materno. Verifique com a Unidade de saúde mais próxima da sua casa se há um posto de coleta ou banco de leite próximo que necessita de doação.
  • Em caso de problemas com a amamentação, procure orientação de um profissional em uma Unidade de Saúde, Banco de Leite, Banco de coleta ou no posto de saúde mais próximo de sua casa.

 

Quando a mãe não pode amamentar o seu filho ?

Algumas mulheres, como as portadoras de vírus HIV ou HTLV não podem amamentar, pois o vírus pode ser transmitido para a criança durante a amamentação. Essas mulheres têm o direito de receber gratuitamente, pelo SUS, uma fórmula infantil para alimentar a criança.

 

Bruno Guedes, fotógrafo, Ubá mg, www.brunoguedes.com, fotógrafo mg, fotógrafo casamento, foto casamento, foto gestante, melhores fotógrafos

Quero ser o fotógrafo do seu casamento e da sua família
Site: www.brunoguedes.com | E-mail:  bruno@brunoguedes.com
Tel: +55 32 9 9810-9880 | +55 32 9 9816-0924

“Façam tudo com amor.” 1º Cor 16:14

.


.

Por Bruno Guedes, fotógrafo de casamentos.
Olá, meu nome é Bruno Guedes e sou fotógrafo com especialização em casamentos, fotos de família, ensaios e partos. Durante alguns anos venho semanalmente atendendo a muitas noivas e percebi que grande parte delas tem as mesmas dúvidas e questionamentos bem parecidos. Pra solucionar uma parte desse problema resolvi utilizar esse espaço em meu site para compartilhar informações sobre as maiores dúvidas sobre os casamentos, além de deixar aqui algumas dicas úteis para as noivas. Entre, acesse e fique a vontade. Se tiver alguma dúvida a mais é só entrar em contato comigo

.


Gostou das fotos? Quer que eu te fotografe?
Clique aqui e entre em contato comigo :)


.

www.brunoguedes.com